ALCANTIL FM

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

TCE-PB notifica prefeitos para envio de balancetes sob pena de manter bloqueio de contas

O Tribunal de Contas da Paraíba notificou, na manhã desta sexta-feira (17), prefeituras que ainda não remeteram a Corte os balancetes de novembro/dezembro/2016, conforme o caso, que o façam logo sob pena de manutenção do bloqueio das contas bancárias recém determinado pelo Tribunal. O prazo de envio expirou desde o dia 31 de janeiro passado.
O Ofício-Circular 10/2017, com a determinação assinada pelo presidente do TCE, conselheiro André Carlo Torres, é extensivo aos ex-prefeitos dos municípios notificados. Compete a eles o envio dos balancetes de novembro.

Câmaras Municipais – A mesma notificação, com igual advertência relativa à manutenção do bloqueio de contas bancárias, foi feita aos atuais presidentes, e ex-presidentes, das Câmaras Municipais notificadas.

Fonte: Portal Correio

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Dunga Júnior vai para Ciência e Tecnologia e Joia Germano também integrará equipe.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, anunciou o nome do novo secretário de Ciência e Tecnologia de Campina Grande, durante entrevista à imprensa pouco antes de ler a mensagem aos vereadores, na abertura dos trabalhos legislativos, na manhã desta terça-feira, 14. O ex-prefeito e ex-deputado estadual Carlos Marques Dunga Júnior assumirá a pasta já a partir desta terça.

Pouco depois, durante a abertura de seu discurso, ao saudar Joia Germano que se encontrava no plenário da Câmara, Romero revelou que o vereador também foi convidado para integrar sua equipe, abrindo vaga para Ivan Batista no Poder Legislativo campinense. O prefeito não adiantou a pasta.

Carlos Marques Dunga Júnior, 50 anos, é graduado em Administração de Empresas, especialista em Marketing Político e Coach e mestrando em Relações Internacionais. Foi prefeito de Alcantil, deputado estadual e exerceu cargos executivos no governo do estado, prefeituras de João Pessoa e Campina Grande, como adjunto da Cultura e presidente da AMDE. No governo passado de Romero, foi também coordenador de Trânsito do Município.

Na entrevista, Romero Rodrigues elogiou a experiência, competência e capacidade gerencial de Dunga Júnior, destacando-o como um dos mais ecléticos integrantes de sua equipe por atuar bem em qualquer posição a que seja designado na gestão.

*fonte: www.parlamentopb.com

sábado, 28 de janeiro de 2017

Se essa moda pega! Prefeito na PB proíbe celulares no expediente e servidor que desobedecer será punido

Um decreto do prefeito de Soledade, a 165 km de João Pessoa, proibindo os servidores de utilizarem telefone celular durante o horário de expediente pode culminar em punição para quem for flagrado descumprindo a determinação. Outra medida adotada pelo gestor Geraldo Moura e que repercutiu na cidade foi o decreto reajustando o valor da tarifa de iluminação pública em até 500%. A iniciativa foi barrada pela Justiça, sob a alegação de que não poderia ser instituída este ano, por conta do princípio da anualidade.

O gestor justificou a proibição do uso de celulares alegando ter recebido várias reclamações da população sobre o atendimento prestado pelos servidores. Ele disse que em muitos casos, alguns funcionários ficavam postando fotos e batendo papo nas redes sociais e ‘esqueciam’ de dar atenção aos munícipes que procuravam os serviços oferecidos pela prefeitura.

De acordo com o prefeito, nesse primeiro momento haverá uma campanha de conscientização para orientar os servidores, e em seguida, a gestão pretende punir quem eventualmente descumpra a medida. “Recebemos várias reclamações nesse sentido, de inclusive, alguns professores usando o WhatsApp em plena sala de aula. Então a proibição tem esse objetivo de garantir um bom atendimento a quem procurar pelos nossos serviços”, afirmou.

Reajuste da taxa de iluminação pública

O prefeito Geraldo Moura também comentou a decisão da Justiça de barrar o aumento na tarifa de iluminação pública, que havia sido instituído através de um decreto de sua autoria. O reajuste proposto pela prefeitura chegou até 500% no valor cobrado.

O prefeito disse que esse índice atingiu uma parcela de consumidores que pagavam taxas irrisórias, como por exemplo, R$ 0,47 de taxa de iluminação pública. Ele falou que o caso é analisado pela assessoria jurídica da prefeitura para decidir se recorrerá ou não da decisão. “Vamos analisar as medidas cabíveis para decidirmos se vamos recorrer ou deixaremos para instituir o reajuste no próximo ano”, arrematou.

 Fonte: Portal Correio

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Preso em operação grupo suspeito de participar de explosões a bancos na PB e PE

Nove pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (27), dentre elas um vereador da cidade de Alcantil, no Cariri paraibano, a 149 km de João Pessoa, durante a Operação Sem Divisas, realizada em conjunto pelas polícias da Paraíba e Pernambuco. O objetivo da operação, segundo o delegado seccional de Campina Grande, Luciano Soares, é desarticular uma quadrilha que atuava explodindo bancos na região.
A operação cumpriu mandados de prisão nas cidades de Alcantil, Alagoa Grande e Campina Grande. Segundo o Soares, com os suspeitos foram apreendidas cinco armas de fogo, inclusive de uso restrito do Exército Brasileiro, uma serra elétrica, utilizada para arrombamento, além de R$ 3 mil.

O delegado disse que o mandado de prisão contra o vereador foi expedido pela Justiça da cidade de Macaparana, no estado de Pernambuco.

Soares disse que os presos estão sendo interrogados e deverão ser encaminhados direto para as cadeias públicas, nas cidades onde não são realizadas audiências de custódia.

Fonte: Portal Correio 
*Matéria atualizada para inclusão de novas informações sobre o caso.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

STF confirma que O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki estava na lista de passageiros que estavam a bordo do avião que caiu em Paraty RJ

 Ainda não há informações de sobreviventes.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki estava na lista de passageiros do avião que caiu no início da tarde desta quinta-feira, 19, no litoral de Paraty, na região sul do Estado do Rio de Janeiro. A informação já foi confirmada pelo Tribunal agora há pouco, que não disse se Teori embarcou ou não. Também não há, ainda, informações sobre sobreviventes.

A aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty, com quatro pessoas a bordo. Ela pertence a Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras.

O Corpo de Bombeiros informou que o avião caiu no mar, próximo à Ilha Rasa, e está parcialmente submerso. Além dos bombeiros da cidade, homens do quartel de buscas e salvamento da Barra da Tijuca, no Rio, se deslocam para o local para auxiliar nas buscas. Os bombeiros não informaram se há sobreviventes.

Na hora do acidente, chovia forte em Paraty e a região estava em estágio de atenção.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Na Paraíba mais de 90% das obras da transposição do São Francisco estão concluídas


O Ministério Público da Paraíba (MPPB) realizou na manhã desta terça-feira (17), em Monteiro, mais uma reunião técnica do ‘Comitê de Gestão da Crise Hídrica na Paraíba’ para avaliar o cumprimento do cronograma de execução das obras complementares da transposição das águas do Rio São Francisco – Eixo Leste nos municípios da região do Cariri – entre Monteiro e Cabaceiras – que deverão receber as águas da transposição.


“Até agora, tudo está dentro do cronograma e todas as obras de responsabilidade das prefeituras, do estado e dos órgãos federais deverão estar prontas até o dia 15 de março”, avaliou o procurador de Justiça Francisco Sagres Macedo Vieira, que presidiu a reunião técnica desta terça-feira, representando o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora. A reunião ocorreu na sede da Promotoria de Justiça de Monteiro e foi acompanhada pelos promotores de Justiça Eduardo Barros Mayer, Bruno Leonardo Lins e Diogo D’Arolla Pedrosa Galvão.


“Tudo aquilo que o ministro da Integração Nacional estabeleceu como parâmetro para a chegada das águas do São Francisco será solucionado plenamente. Todos os órgãos envolvidos já estão na fase de conclusão das suas obrigações. Tudo foi estabelecido e dado um prazo até 15 de março. Mais de 90% dessas obras já estão feitas e estamos satisfeitos”, disse Francisco Sagres, ressaltando: “A reunião de hoje demonstra que o Ministério Público está na busca de soluções e de benefícios para a nossa sociedade”.


A reunião também contou com a participação de alguns secretários municipais e da prefeita de Monteiro, Anna Lorena de Farias Leite Nóbrega (PSDB); da procuradora da República em Monteiro, Janaína Andrade de Sousa; e de representantes e dirigentes da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), da Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) e da Fundação Nacional de Saúde na Paraíba (Funasa-PB).


Em Monteiro, a prefeitura e a Cagepa já identificaram as ligações clandestinas de esgotos e os moradores foram notificados. A maioria já procurou a Cagepa para sanar o problema. No início de março, aquelas residências que persistirem com o problema terão seus esgotos clandestinos tamponados (obstruir com tampão). Já a Cagepa vai construir mais uma rede de coleta de esgotos para atender aos moradores que ainda estão jogando seus dejetos de esgoto no canal de águas pluviais que corta a cidade.


A Funasa também anunciou na reunião que dará início à terceira etapa de conclusão do esgotamento sanitário de Monteiro. Já as obras em Camalaú pelo Dnocs estão bem adiantadas e em Poções elas têm início na próxima semana. Por outro lado, o governo do estado já fez a limpeza do leito do Rio Paraíba no trecho entre a Barragem de São José e Poções. Até o final de fevereiro, o trecho entre Poções e Camalaú já deverá estar pronto. Outros três municípios já fizeram seu esgotamento sanitário: Sumé, Caraúbas e Serra Branca.


O Ministério Público da Paraíba está acompanhando o cronograma de execução das obras complementares da transposição das águas do Rio São Francisco desde o final do mês de outubro do ano passado, depois da primeira reunião técnica do ‘Comitê de Gestão da Crise Hídrica na Paraíba’ do MPPB, presidida pelo procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora.


Dentre as obras acompanhadas e que deveriam ser executadas pelo estado e municípios estão esgotamento sanitário, construção de estações elevatórias e limpeza do Rio Paraíba. As Promotorias de Justiça da região instauraram procedimentos administrativos para acompanhamento das obras, em especial as que estão sendo executadas em Monteiro.


O ‘Comitê de Gestão da Crise Hídrica na Paraíba’ foi criado no dia 10 de junho de 2016 e, em um primeiro momento, teve como principal foco o Açude de Boqueirão e o abastecimento de água na região polarizada pelo município de Campina Grande. De lá para cá, uma agenda de reuniões de trabalho foi elaborada para a busca de soluções práticas e objetivas. Esse ‘Comitê’ é composto por instituições governamentais e instituições da sociedade civil. Alguns integrantes foram convidados e outros convocados, de acordo com a legitimidade dada ao Ministério Público, conforme a legislação.


Fonte: MPPB


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

TRAGÉDIA: Após limparem poço com água envenenada quatro pessoas morrem no município de Barra de São Miguel

Na tarde desta quinta-feira (12), quatro pessoas morreram  no Distrito de Riacho Fundo, município de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano. A principal suspeita é que a água de um poço, supostamente envenenada, tenha sido a causa da morte das vítimas.
Entre os homens que morreram que estão dois irmãos, identificados como Rodrigo e Lucas.
O primo de uma das vítimas informou que o grupo limpava o poço quando passou mal. Uma moradora revelou que o cheiro de veneno é intenso no local. “Nem a polícia consegue chegar ao local”, afirmou.
Quatro pessoas morreram e uma outra vítima foi transferida para um hospital de Campina Grande em estado grave.
O Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) informou que uma equipe da Polícia Militar estaria sendo direcionado para o local.

Fonte: MaisPB