Ouça aqui a ALCANTIL FM 87,9

terça-feira, 23 de setembro de 2014

ARTIGO: Hoje é o Dia Mundial de Combate ao Estresse‏





Estresse: vilão ou aliado?

                                                                                                                   Por Marcelo Cardoso

O brasileiro é o povo mais estressado do mundo. Esse foi o resultado de uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half, que diz que 40% dos trabalhadores sofrem com esse mal em seu ambiente de trabalho - bem acima da média mundial de 11%. Trabalhar com prazos curtos, ter que tomar decisões rápidas e assertivas, atuar em longas jornadas, participar de reuniões exaustivas e ter a habilidade de gerir pessoas, cada uma com sua personalidade. Essa é a rotina de um líder na maioria das organizações, e são eles os maiores responsáveis pelo resultado da pesquisa.
 Antes de qualquer coisa, que tal desconstruirmos a imagem tão negativa que temos do “estresse”? No mundo moderno, dizer que está estressado tornou-se uma situação normal. Se temos, por exemplo, um dia corrido, cheio de afazeres, já concluímos que passamos por um dia estressante. O mesmo termo é dado às pessoas grosseiras e sem educação.
 O estresse, segundo Dráuzio Varela, é “um mecanismo fisiológico do organismo sem o qual nós, nem os outros animais, teríamos sobrevivido. Se nosso antepassado das cavernas não reagisse imediatamente ao se deparar com uma fera faminta, não teria deixado descendentes. Nós existimos porque nossos ancestrais se estressavam, isto é, liberavam uma série de mediadores químicos (o mais popular é a adrenalina), que provocavam reações fisiológicas para que, diante do perigo, enfrentassem a fera ou fugissem”.
 Sim, o estresse nos fez chegar até aqui, e também é responsável por tantos problemas de saúde e relacionamentos. O acúmulo de obstáculos, o dia a dia repetitivo, e todos aqueles fatores citados anteriormente somados a tantas outras adversidades, são situações estressoras que desequilibram a quantidade de mediadores químicos. E é então que vem o desgaste, alterações do humor, tensão muscular, ansiedade e outros sintomas.
 Para um líder é de suma importância entender e identificar os fatores estressantes em sua organização. Dependendo do caso, há necessidade de um profissional especializado para analisar em qual ambiente este profissional está inserido e assim trabalharem juntos, utilizando os elementos negativos como trampolim para o sucesso.
 Quando entendemos quais fatores nos estressam é mais fácil lidar com eles. Não é possível controlar os fatores estressantes, mas mudar a maneira que reagimos diante deles, sim. Um líder desequilibrado influencia negativamente toda sua equipe. Ele pode contribuir significantemente para a famosa rádio peão, para faltas, conflitos de ideias, baixa produção, comunicação falha e clima de incerteza.
 Portanto, o profissional deve ser consciente e orientado, pautado nos objetivos da organização, de sua equipe e principalmente seus próprios. O líder deve ser firme em seus propósitos, consciente de que gestão de pessoas não é apenas comandar um monte de subordinados e sim gerir seres únicos, diferentes em sua concepção.
 Vivemos em um mundo onde os estímulos “estressantes” estão em tudo. Se não soubermos como enfrentar nosso dia a dia com mais leveza, ficaremos doentes e contribuiremos com a doença do outro.Comece mudando as atitudes mais básicas. Durma direito, desligue-se por um momento dos problemas, alimente-se melhor, faça atividades físicas, crie e curta momentos de prazer. Arrume tempo para si e principalmente busque mudanças refletindo sobre a melhor maneira de enfrentar as adversidades. Resolva seus problemas, pare de empurrar com a barriga.
 Por favor, não deixe de ser estressado, mas use toda a sua energia, para construir e contribuir. E que tal amanhã, quando estiver preso no trânsito, em vez de se estressar, aproveitar o momento e ouvir aquele CD de que tanto gosta? Se o estresse será um vilão ou aliado, quem decide é você!
Marcelo Cardoso é especialista em coaching, PNL (Programação Neuro Linguística) e fundador da Arco 7.

sábado, 16 de agosto de 2014

POLÍTICA: Cássio cresce nas pesquisase Ricardo segue em segundo lugar, Confira!

Na primeira pesquisa de opinião divulgada pelo JORNAL DA PARAÍBA depois do registro oficial das candidaturas a governador da Paraíba no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) dispara com 48% das intenções de voto, quase o dobro do seu principal opositor, o governador Ricardo Coutinho (PSB). O tucano lidera a corrida em todas as mesorregiões do Estado. Os números são da pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), entre 7 e 9 de agosto.
De acordo com os números, o governador Ricardo Coutinho, que disputa a reeleição, detém 25% das intenções de voto. O senador Vital do Rêgo Filho, candidato do PMDB, ocupa a terceira posição, com apenas 3%. O Major Fábio, do Pros, obteve 1%. Os candidatos Antonio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (PSOL) não pontuaram. Brancos e nulos somam 8% e não sabem ou não responderam totalizam 14%. Pelos números apontados na pesquisa, a eleição na Paraíba seria decidida logo no primeiro turno.
No confronto entre Cássio e Ricardo, o candidato do PSDB supera as intenções de voto conferidas ao candidato do PSB em todas as mesorregiões do Estado. A diferença maior aparece no Agreste, com 34% de vantagem para o tucano, que conta com 52% contra 18% do opositor. Nas demais regiões, os números são os seguintes: Mata (42% a 29%), Borborema ( 50% a 26%) e Sertão (52% a 27%). Nos dois maiores colégios eleitorais do Estado – João Pessoa e Campina Grande –, Cássio também bate Ricardo. Na capital, ele obteve 38% das intenções de voto contra 31% do adversário. Em Campina Grande, são 55% para o tucano e 15% para o socialista.
O favoritismo de Cássio também foi registrado na pesquisa espontânea. Ele tem 35%, Ricardo 18% e Vital 2%. Os demais candidatos não pontuaram. A pesquisa do Ipespe foi registrada na Justiça Eleitoral, sob o protocolo PB-00016/2014. Foram ouvidos 1.500 entrevistados no Estado. A margem de erro estimada é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos, e intervalo de confiança de 95,5%.

Fonte: Jornal da Paraíba

sábado, 26 de julho de 2014

POLÍTICA: Pesquisa Correio/Souza Lopes traz Cássio com 45,5%, Ricardo com 29,2% e Vital com 4,4%

Candidatos ao Governo da Paraíba /2014
O Sistema Correio de Comunicação divulgou, na noite desta sexta-feira (25), a primeira pesquisa eleitoral Correio/Souza Lopes, após os registros de candidatura na Justiça Eleitoral para disputa ao Governo da Paraíba. A pesquisa foi exibida na edição do 'Jornal da Correio' e revelou os seguintes dados de intenções de votos:
Leia mais notícias de Política no Portal Correio
Cássio Cunha Lima (PSDB) lidera com 45,5%, seguido por Ricardo Coutinho (PSB), com 29,2%, e Vital do Rêgo Filho (PMDB), com 4,4%. Em quarto lugar aparece o Major Fábio Rodrigues (PROS), com 0,8%, acompanhado por Antônio Radical (PSTU), com 0,1%, empatado com Tárcio Teixeira (PSOL), também com 0,1%. Brancos e Nulos somaram 9,3%. 10,7% não sabem ou não opinaram
Foram realizadas 1500 entrevistas com eleitores do Estado da Paraíba no período de 19 a 22 de julho de 2014, considerando um erro amostral máximo de 2,6 pontos percentuais, com um nível de confiança de 95%.
A pesquisa foi registrada no TRE-PB sob o número: PB 00013/2014 - 20/07/2014 e no TSE sob o número: 00244/2014 - 20/07/2014
Leia números completos, inclusive para senador, na edição deste sábado (26) do Jornal Correio da Paraíba.

Fonte: Portal Correio

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Dunga quer solução para situação dos irrigantes de Boqueirão

A situação dos irrigantes do açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, é alvo de preocupação do deputado estadual, Carlos Dunga, que ao lado do ex-deputado Dunga Júnior, cobrou empenho das autoridades para adotar providências urgentes e resolver o problema.
De acordo com Carlos Dunga, a proibição da irrigação no açude vem prejudicando aproximadamente quatro mil pessoas, que estão aflitas com a medida anunciada este mês.

O parlamentar está cobrando do governo federal a realização de um cadastramento desses trabalhadores da irrigação para que eles possam receber o pagamento de um seguro o mais rápido possível, a exemplo do que acontece com os pescadores, que tem direito ao seguro defeso, na época em que a pesca não é permitida. “Esperamos uma atitude enérgica das autoridades para resolver esse problema, pois essas pessoas não podem mais esperar”, afirmou.

Fonte: ASCOM

domingo, 1 de junho de 2014

Dunga Júnior agradece a militância do PSDB e destaca filiação do ex-prefeito Carlos José



O ex-deputado Dunga Júnior comemorou o resultado do encontro regional do PSDB em Boqueirão, nesta sexta-feira (30), e agradeceu a toda militância do partido que lotou as dependências da casa de shows Destaque. Durante o encontro, os tucanos referendaram mais uma vez a decisão da legenda em apresentar candidatura própria ao governo do Estado nas eleições deste ano.
A decisão foi comemorada por Dunga Júnior, que num discurso bastante efusivo convocou a militância tucana a fazer a diferença nestas eleições. O ex-parlamentar fez um agradecimento especial aos amigos e correligionários que estiveram na reunião do partido, principalmente daqueles que compõem a sua base de atuação política. “Quero agradecer a cada amigo que se fez presente no encontro de Boqueirão, levando a sua energia e a sua vontade expressa de mudança, pois ninguém aguenta mais tanta perseguição na Paraíba”, disparou.
O encontro do PSDB também marcou o ingresso do ex-prefeito da cidade, Carlos José, ao partido.  

Com a ficha abonada pelo senador Cássio Cunha Lima, Cazé, como é popularmente conhecido, passa a compor o quadro de filiados do PSDB do município e poderá ser uma das opções da legenda para a disputa das eleições em 2016. “Ganha o PSDB com a chegada de Carlos José, um prefeito que fez muito por Boqueirão e que contribuirá com o fortalecimento da legenda na região”, avaliou.

Fonte: assessoriadungajunior

terça-feira, 27 de maio de 2014

Dunga Júnior visita municípios do Cariri neste final de semana


O ex-deputado estadual, Dunga Júnior, visitou os municípios de Alcantil, Cabaceiras e Boqueirão neste fim de semana, onde reviu amigos e manteve contatos com lideranças políticas da região do Cariri Paraibano.

No sábado (24), Dunga Júnior esteve em Alcantil e Cabaceiras. Em Alcantil, participou das comemorações dos aniversários do vereador Noval Costa (PTB) e do empresário Marcone, além participar de reuniões com algumas lideranças da cidade. O ex-parlamentar também prestigiou a final da Copa Futsal do Cariri, realizada no ginásio de esportes da cidade de Cabaceiras.

No domingo (25), foi a vez do município de Boqueirão receber a visita de Dunga Júnior, que esteve acompanhado do deputado Carlos Dunga (PTB) e do ex-prefeito da cidade, Carlos José. Na oportunidade, Carlos José foi o entrevistado da Boqueirão FM. Durante a entrevista, Carlos José realizou um balanço de sua gestão na prefeitura e destacou as ações desenvolvidas na cidade.

Dunga Júnior também participou da entrevista e falou da luta empreendida enquanto deputado estadual junto ao então governador Cássio Cunha Lima para viabilizar a reforma e ampliação do Hospital de Boqueirão. Dunga lembrou que a obra foi iniciada no governo Cássio e na época em que Carlos José deixou a prefeitura, o hospital já possuía 90 % de sua estrutura concluída. “Quero registrar que apesar das divergências partidárias e políticas, essa obra que nasceu na gestão Cássio em parceria com Carlos José, foi entregue pelo atual governo e espero que com médicos e serviço de qualidade o Hospital atenda à nossa população”, enfatizou.
Fonte: acessoriadungajunior2014

Lei das Domésticas – empregadores que não assinarem carteira de trabalho serão penalisados‏

As penalidades para quem não se adaptar à Lei das Domésticas passarão a vigorar a partir do dia 7 de agosto. Isso é o que garante uma lei já publicada no Diário Oficial.

"Com a lei, o patrão que não assinar a carteira de trabalho de seu trabalhador doméstico poderá sofrer sanções trabalhistas que já valem para outros empregadores. Já para os empregados essa lei garante direitos como férias, 13º salário e garantias em caso de impossibilidade de trabalho por acidente ou doença. Em caso de morte, a família do empregado também estará segurada", explica o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos.

A preocupação é grande, porque é pequeno o número de empregadores que estão se ajustando a essa nova realidade, o que ocasiona um grande risco trabalhista e financeiro. Para se ter ideia, desde que se intensificou esse debate em 2013, até agora, os índices de empregados registrados variou insignificantemente.  
 
“Contudo, nos próximos meses estamos esperando um crescimento no número de pessoas que buscarão registrar seus funcionários domésticos, por causa dessa cobrança de multas dos patrões que não registrarem o vínculo empregatício na carteira de trabalho”, alerta Domingos.
 
Segundo ele acrescenta, o conteúdo estabelece, ainda, que a Justiça trabalhista pode avaliar se houve gravidade na omissão do patrão, assim, a ausência de descrição da data de admissão e da remuneração do empregado na carteira de trabalho poderá dobrar o valor da multa.
 
Essas regras são válidas para todos os trabalhadores domésticos contratados por uma pessoa física ou família em um ambiente residencial, tais como doméstica, babá, cozinheira, motorista, caseiro, jardineiro, cuidadora, governanta, mordomo, dentre outros.
 
Em contrapartida, caso o tempo de serviço seja reconhecido voluntariamente pelo patrão, com a efetivação das anotações pertinentes e o recolhimento das contribuições, pode diminuir o porcentual de elevação da multa. 
 
Solução para esse problema
 
A Confirp Consultoria Contábil, para auxiliar a quem deseja se adequar a essa nossa realidade, criou o Confirp em Casa. Um novo serviço para possibilitar segurança e agilidade aos empregadores.
 
“Com todos os impactos que a nova lei trás só resta uma coisa para os empregadores: se adequarem o mais rápido possível e para isso foi criado o Confirp em Casa. Esse serviço elimina as dificuldades para os contratantes, tendo constante atualização do que está ocorrendo, evitando às penalidades e contingências trabalhistas”, explica Richard Domingos.
 
VANTAGENS
·         Atendimento personalizado por técnicos.
·         Fim da preocupação com complexos cálculos - como o do FGTS, horas extras, rescisões e férias.
·         Possibilidade de atendimento presencial na Confirp, de orientações legislativas e consultoria nas relações trabalhistas com profissionais altamente capacitados.
·         Disponibilização de todas as informações de maneira eletrônica, por meio de ferramenta própria e segura.
·         Eliminação de riscos trabalhistas existentes nessas relações.
·         Elaboração de contrato de trabalho, que se adeque às necessidades do contratante.
·         Disponibilização online do holerite do trabalhador.
·         Entrega de obrigações acessórias.
·         Realização do cadastramento do número do CEI – PIS.
·         Cálculo de horas extras, férias e décimo terceiro.
 
 
 
Copyright © 2014 DSOP Educação Financeira, All rights reserved.